Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Madrugada na Praia





Na prateada madrugada caminho na praia
Ao horizonte um manto negro
Com vários furos celestiais
Vez ou outra um astro rasga o manto
E num segundo esse encanto
Revela apenas o infinito
As ondas lambendo minhas pernas
Em um louco frenesi
Chamam a atenção para si
Passo a mão por entre suas águas
Jogo para cima
Onde a faço minha chuva, minha musa
Que toca meu rosto escorre minha boca
E me dá o tempero da vida.
Em seu abraço de movimento natural
Sorrateiramente leva consigo
A areia que delineia o continente
A madrugada é calma
O mar mostra a sua alma
Em um espelho sobre a superfície
Onde reflete a meiguice
Do luar todo estrelado
Nadar no ar, voar no mar.
É madrugada de espelho
Que ao olhar fico paralisado
E meus pés sendo tirados
Pelas ondas do abraço.
Não consegui mais resistir
Olhei para o céu e caí
Nos braços da minha onda
Agora um beijo em minha face
Meu corpo em seu enlace
Na empatia do afeto.

Marcos França
Imagem Web

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Minha companheira Idônea


    
   Sorriram as meninas em teu olhar
   Quando acariciei seu coração
   Com o toque dos lábios de paixão
   E o desejo na pele de querer amar.

   O sabor do mel em seus lábios
   Na imortalidade do prazer
   Adoçaram o meu simples viver
   Que ensinei aos sábios

   Dona que ama e é amada
   Alma completa e diferenciada
   Fez nosso sangue unificado
  
   O fogo que nos arde é alimentado
   Pela queima do oxigênio somado    
   A nossa aliança já eternizada

   Marcos França
   Imagens Web

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Lembranças


  
   Vejo mais uma lagrima escorrer
   No sentimento da dor fatigante
   Oh minha madrugada aconchegante
   Não fizemos tudo por vencer   
     
   Agora é tarde ou amanheceu
   Perdemos o olfato embriagante
   Nem lembramos que isso foi ofegante          
   A nossa vida entristeceu
  
   Onde oras foi à bela rainha lua
   Que sorrindo nos iluminou a rua
   Para podermos namorar?

   O desabrochar da flor que minha vida cultua
   Lamento não mais poder requestar
   São lembranças, que o tempo ira sepultar   

   Marcos França  
   Imagens da Web     

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Minha amada, minha flor




No socorro que me veio ao meio dia
Apareceu a flor prometida
Jóia de uma flora babilônica
Esquenta o sol e gera vida.

Trouxe luz ao meu caminho
Mostrou-me uma fé inabalável
Por ter nascida entre espinhos
Teve o cheiro mais agradável

Nessa flor bate um coração
Que abre as pétalas do amor
Exala no beijo o aroma dessa emoção
E no seu abraço cura toda dor.

Marcos França
Imagem Web

Vídeos romanticos

Loading...